27 agosto 2014

NY: Aproveitando o resto do dia


O tour dos seriados é um passeio rápido, visto que se trata de visitar alguns prédios e restaurantes, por isso pode conciliar com alguma outra atração pelas redondezas. E foi exatamente o que fizemos. Saindo do prédio de Friends, seguimos pela Washington Pl até a Washington Square Park, que na verdade é uma praça e não um parque.


A Washington Square Park é um ícone de NY pelo seu plágio do arco do triunfo, o qual marca o inicio da 5ª avenida. Além disso, essa praça está sempre lotada, pois ali bem pertinho está a New York University, o que torna essa área bem universitária, cheia de jovens almoçando, descansando, assistindo aulas ao ar livre, fazendo piqueniques, andando de skate, jogando xadrez, fazendo ioga, entre outras coisas. Sem contar que no verão a diversão e se banhar no chafariz e pegar sol estirado na grama.

Outro ponto que chama atenção neste bairro são as casas com fachadas fofas e escadas na frente, ruas estreitas e arborizadas, várias lojinhas e cafés que compõem a paisagem deixando aquele ar cosmopolita e cheio de prédios de lado. Sem dúvida, uma caminhada despretensiosa por essas ruas valem muito a pena.



Deixando a atmosfera universitária para traz, siga pela Rua Thompson ou Sullivan para chegar ao Soho, que quer dizer “south of Houston”, ou seja, ao sul da Rua Houston.

Soho era um bairro underground que revitalizou e hoje abriga milhões de lojas de marcas. Aliás, eu diria que é bem melhor visitar algumas das lojas de marcas do Soho que da própria 5ª Avenida, devido ao charme das ruas e porque algumas possuem coleções antigas com preço mais em conta.

Aproveite a viagem para conhecer outro bairro super charmoso, a Little Italy. Nesse bairro as ruas são recheadas de restaurantes italianos, com mesas nas ruas, decorações italianas e um povo muito animado. 

Chegamos nesse bairro atrás da famosa pizzaria Lombardi’s, mas ao passear pelas ruas tivemos vontade de sentar em qualquer restaurante e passar o resto do dia ali apreciando o movimento das pessoas nas ruas. Masssssss, devido as milhões de recomendações, seguimos em busca da Rua Mott com a Spring, local onde está a Lombardi’s, primeira pizzaria de Nova York. O restaurante é uma graça, com seus dois andares. No andar de baixo mais parece uma adega, pois as mesas estão cercadas por estantes com vinhos, o que dá um ar bem romântico. Já no piso principal as mesas estavam sendo usadas por famílias e o ambiente era um pouco mais barulhento. Independente do andar, o restaurante vale a pena a visita. A pizza é uma delicia e muito bem servida. O único problema é que o pagamento só pode ser realizado com dinheiro, por isso fomos obrigados a dividir um Calzone e ficar no refrigerante. Mas mesmo assim, valeu muito a pena.

Já que saímos com gostinho de quero mais da pizzaria, só nos restou parar na Rice to Riches (37 Spring Street and Mulberry Street), loja de arroz doce que tem enfrente. 

Pode parecer enjoativo, mas não é. Existe uma variedade absurda de sabores, coberturas e confeitos que te permite montar o arroz doce mais gordinho da face da Terra. Não é a toa que a decoração do local é incentivadora a gordices. 

Uma curiosidade: o filme Hitch, conselheiro amoroso fez uma cena dentro do Rice To Riches.






Depois de um dia de muita emoção visitando os locais dos seriados que somos fãs nada como finalizar num bairro fofo e cheio de comidinhas deliciosas. As guloseimas nem pesaram na coincidência depois de tanta andança.




Nenhum comentário:

Postar um comentário