09 junho 2014

Os Cerros de Santiago do Chile

Os Cerros são mirantes onde é possível observar toda a cidade do alto.Em Santiago existem dois Cerros: Santa Lucia e São Cristóvão. Ambos são lindíssimos com atrações diferentes, portanto, vale visitar os dois.

O cerro de Santa Lucia está localizado próximo ao centro da cidade e é possível chegar de metrô (Estação Santa Lucia). Saindo da estação, você irá avistar uma praça com várias árvores, cujos coqueiros se misturam nas escadarias do cerro, tornando uma paisagem bem bonita e intrigante, pois num primeiro momento temos a sensação que a construção foi realizada dentro do cerro. 

Para acessar procure um portão preto na Avenida principal, onde na entrada há um policial que registra o nome de cada pessoa que entra como uma forma de controle.

Para visitar esse cerro não há custo, pois a entrada é de graça, sendo uma ótima opção de passeio no dia 01/01/2014, já que estava aberto. Mas disposição é essencial, pois para chegar ao topo é necessário percorrer uma escadaria sem fim e bem estreita, em torno de uns 200 degraus. Como estávamos um pouco debilitados da noite anterior (reveillon), desanimamos e subimos apenas o primeiro lance, onde nos deparamos com uma fonte de Netuno, muitas flores e bancos convidativos para uma pausa prolongada. Seguindo as escadarias está o Castillo Hidalgo, um castelo que foi construído em 1816, ainda no período colonial do Chile. O lugar é palco de vários eventos e festas, inclusive a nossa festa de réveillon, que eu conto em outro post.
Fonte: http://casaremuberlandia.com/2013/07/02/lua-de-mel-em-santiago-chile/

Como não estávamos com disposição para a escadaria, aproveitamos e fomos conhecer uma rua muito charmosa que fica escondida no meio da confusão do centro da cidade de Santiago: as Calles Londres e Paris. Ao andar por essas ruas temos a sensação de estarmos em algum bairro europeu, devido ao paralelepípedo da rua, as casas fofas coloniais, as janelas enfeitadas com flores e uma Igreja de São Francisco, muito bonitinha, que dizem que é a construção mais antiga de Santiago. Embora sejam apenas duas ruas, eu recomendo a visita (Estação de metrô: Universidade de Chile).





Já o cerro de São Cristovão é considerado maior que o de Santa Lucia, pois está a 880m do nível do mar e 280m do nível de Santiago contra 629 m do nível do mar e 69m do nível de Santiago do cerro de Santa Lucia.
Apesar de não ter ido até o topo do cerro de Santa Lucia, acredito que o cerro de São Cristovão seja muito maior e com uma infraestrutura melhor. Sem falar que esse cerro faz parte do Parque Metropolitano de Santiago, o maior parque urbano do mundo, com mais de 722 hectares.

O acesso ao cerro pode ser realizado pelo metrô (Estação Baquedano), cuja subida é por meio do funicular (bondinho que anda sobre trilhos puxados por cabo de aço) ou através do Parque Metropolitano, cuja subida poderá ser realizada a pé ou de carro, e nesse caso haverá o custo extra para o carro de $ 300 pesos chilenos.

O funicular funciona de segunda a domingo, das 10h às 19:45h, sendo o último acesso às 18h30. O ticket custa em torno de $ 2.600 pesos chilenos para viagem completa (ida e volta), podendo comprar apenas uma viagem ($ 1.900 pesos chilenos), caso queira se aventurar de subir ou descer pelo Parque Metropolitano. Ao subir de funicular há uma parada no meio do caminho para aqueles que queiram conhecer o zoológico.

Nós optamos por comprar a viagem completa, afinal fomos conhecer esse cerro no dia em que chegamos de viagem (29/12/2013) e estávamos um pouco cansados, mas fomos obrigados a descer andando pela estrada do Parque Metropolitano, pois o funicular enguiçou e o concerto ia levar em torno de 2h. Então, seguimos o fluxo dos impacientes, que assim como nós não quiseram esperar. O problema é que o trajeto levou uns 50 minutos em uma estrada longa e íngreme de 5,5,km. Tenho certeza que se a caminhada tivesse sido planejada teria sido muito agradável, pois no caminho descobrimos um jardim japonês, um clube e um restaurante que pareceu ser bem bonitinho, mas não paramos em nenhum destes, já que estávamos loucos para chegar logo ao final.


Apesar de o passeio ter se tornado um programa de índio, recomendo muitíssimo essa visita, pois lá do alto do cerro a vista da cidade, com os milhares de prédios que decoram a paisagem de Santiago e a Cordilheira ao fundo é extraordinária. No alto do cerro também há uma imagem de Virgem Maria e uma capela, compondo um santuário de Nuestra Señora de la Concepción. O lugar é muito bonito e bem cuidado. Ali também são realizados missas e eventos católicos, inclusive no funicular que subimos foi o mesmo utilizado pelo Papa João Paulo II em 1 Abril de 1987, muita emoção.

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário