09 julho 2013

Ubud

4. Ubud:

Fica mais ou menos no centro da ilha. As regiões do entorno de Ubud são regiões de artesanato e Ubud concentra o melhor de tudo, além de bons hotéis, bons restaurantes e passeios interessantes a partir de lá.
Restaurante, olhe goste e coma! Dificilmente você vai se arrepender. Por volta de 20:00/21:00 alguns restaurantes oferecem live music, mas acaba as 23:00. Alias após esse horário não há mais nada na cidade, restando apenas uma boa noite de sono.
O Hotel, negociamos e ficamos no The Ubud Village, recomendo! Mas tem várias opções, só ter paciência e procurar, mas nós só queríamos um lugar bacana, confortável, com piscina e estacionamento... não podíamos perder o estilo!

Perto de Ubud tem os vulcões de Bali, o maior Gunung Agung e um menor, mas que é ativo e também têm outros em volta menos importantes. Tem passeios de bike que saem bem cedinho. Tem passeios a campos de arroz, que devido a geografia são plantados em escadas, tem um até que você pode brincar de plantar e colher arroz. Perto dos vulcões tem outro templo importante, o Kintamani e também por lá de Gianyar tem o tal templo do elefante. Não fiz nada disso, mas o passeio de bike me pareceu legal.

 

Provavelmente Ubud será o local das compras, pois tem um mercadão vendendo de tudo e tudo barato. Basta negociar que fica mais barato ainda, impossível sair sem nada. Portanto, cuidado para não se empolgar e lotar demais a mala.
 
 
Tem gente que para em Celuk (fala-se Xeluk) pra comprar pratas, são mais diferentes e mais caras, acho que o mercadão já resolve a sua vida de prata. Em Celuk vão aparecer uns guias que vão levar comissão no que você comprar, livre-se deles!!!

Ah como me esquecer!!! Os macacos!!! Em Ubud tem a Monkey Forest e o templo dedicado aos macacos que ficam soltinhos no parque. Guarde seus óculos, brincos, bonés etc, os macacos são uma gangue, uma facção criminosa, só não roubam moto porque não sabem dirigir. Acho que os macacos de “Rio” foram inspirados nesses. Custa Rp20mil pra entrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário