22 julho 2013

Pense num programa de índio... que recompensa no final!

Cânion do Xingó, localizado a 210 Km de Aracaju, na cidade de Canindé do São Francisco, que surgiu após o represamento das águas do rio São Francisco para a construção da Usina Hidroelétrica do Xingó, inaugurada em 1994. Um lugar lindo, bem na divisa de Alagoas com Sergipe, com uma natureza exuberante, que para conhecer é preciso ter disponibilidade de um dia inteiro e também muita disposição.
Todo o trajeto tem duração de mais ou menos três horas até a base (Karrancas) de onde partem os catamarãs para o Cânion do Xingó. Embarcados no catamarã, ainda é necessário percorrer por mais uma hora até o ponto principal, onde ficamos ancorados por uns 40 minutos e os turistas podem mergulhar em uma área delimitada. Além do mergulho, durante a parada, ainda é possível pegar um barquinho para penetrar no estreito da gruta. O barquinho custa 3 reais por pessoa e o valor deve ser entregue ao próprio barqueiro. O mini percurso é lindo e rapidinho, durando apenas 7 minutos.
 
O passeio de catamarã é bem tranquilo, que devido ao seu tamanho nem nos permite sentir o balanço do rio. Inclusive a bordo, toda tripulação tem a função de descontrair com musica e brincadeiras que tornam o percurso bem agradável. A infraestrutura também é ótima, com banheiros e lanchonetes, que servem espetinhos, bebidas e biscoito.
A grande verdade é que o percurso terrestre é muito longo para o pouco tempo que ficamos desfrutando daquelas paisagens. Acho que para aproveitar mais o local, ao regressar do passeio de catamarã, vale a pena passar o resto do dia descansando nas espreguiçadeiras e curtir a pequena e simpática praia que ali acomoda a infraestrutura para os turistas que passam diariamente por ali. Para isso, seria necessário estarmos com carro alugado ou ter contratado o passeio com alguma agencia que possuía convenio com o local. Infelizmente não foi nosso caso, alias ficamos um pouco decepcionados com a agência que contratamos, pelos seguintes pontos:
·         O meio de transporte não era confortável, pois se tratava de uma van que sacolejava e mal conseguíamos encostar a cabeça no banco;
·         O motorista era extremamente barbeiro, deixando todos bem tensos durante a ida, pois  fazia ultrapassagens perigosas, além da alta velocidade que percorria;
·         Outro ponto traumático foi o restaurante para almoço que assim que regressamos do passeio de catamarã, o guia começou a nos apressar para voltar a Van para irmos ao restaurante. Tivemos que percorrer mais uns 15 minutos para chegar ao restaurante no meio do nada, bem simples e com pouca variedade. A comida em si até era gostosinha, mas não havia opções. Acho que ficamos com o banquete que vimos ao regressar do passeio de catamarã. Não sei se a comida era gostosa, mas havia muitas opções e a comida parecia fresquinha.  
Apesar dos perrengues, o passeio é fantástico, pois nos permite entrar no 5 maior cânion navegável no mundo e  percorrer em torno de 60 km de extensão. O mais impressionante é que essa área, onde navegamos era coberta de caatinga e o rio era praticamente seco. Com o represamento das águas, o lugar mudou completamente dando lugar a esse cenário exótico em pleno Sertão Sergipano. Mas não se esqueçam de se informarem bem com relação aos detalhes de todo o percurso realizado pela agencia selecionada e o mais importante: As vezes, vale mais a pena pagar um pouquinho mais e garantir esses detalhes essenciais, que com certeza faria diferente de uma próxima vez.
 
Contato da Agencia:
Toptur Receptivo (Passeio realizado em Novembro/2012)
Rua Francisco Rabelo Leite, 1075, Hotel Parque dos Coqueiros
Telefone: (79) 3179 2771 / 2107 1511 R: 1515
R$ 115,00 – transfer hotel e passeio – almoço não incluso
( almoço média =23,00)
Email: receptivo@toptur.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário