19 outubro 2012

Sombra, água fresca e muita mordomia....



Segundo dia em Mauritius, tempo estava lindo, porém com um vento muito forte, nada que estragasse aquele visual. Até porque, depois de alguns dias hospedados ali, percebemos que o Hotel fica exatamente aonde o vento faz a curva, já que no Hotel o vento era mais intenso do que nos demais locais da Ilha. Lembrando que Mauritius está na mesma altura que o Rio de Janeiro, logo o clima é bem parecido com o nosso.  


Para aproveitar o dia nada melhor que um café da manhã reforçado. Era tanta variedade que fiquei perdida, e, claro queria experimentar tudo. O que mais me chamou atenção foi a originalidade da mesa de frutas, onde um garçom te ajudava a escolher e preparava o suco fresquinho na hora, além das frutas tinha a onipresente cana de açúcar que também era moída na hora. Eram tantas escolhas que acredito não ter repetido o cardápio nenhum dia. Para ficarem com água na boca: bancada de crepes e waffles feitos na hora, omeletes feito na hora, mesa com todos os tipos de pães, croissant, mesa de frios com todos os queijos existentes (brie, gorgonzola, grana padano, bola, cabra, entre outro), geleias artesanais e muito mais.
 

Em seguida fomos andar pela praia, em frente ao hotel e percebemos que devido ao recuo do hotel, ao lado direito formam piscinas onde a tonalidade do mar apresenta um degrade de azul e verde que foi praticamente impossível não parar ali para mergulhar.  Apesar do mar convidativo, a praia é pouco frequentada, não sei no verão, mas o que foi possível observar é que os turistas passam maior parte do tempo nas piscinas e curtindo a infraestrutura dos hotéis.

Então, fomos fazer a mesma coisa e nos aventuramos no pedalinho. Recomendo a todos, pois foi muito divertido coordenar as pedaladas, de forma que não nos afastássemos muito da costa e também para não bater em nada. Além do pedalinho, o hotel oferece caiaque, vela, passeio de lancha e mergulho.

Depois de passarmos o dia nos divertindo, chegou a hora de aproveitar a culinária local. O hotel oferece meia pensão (jantar) e dois restaurantes, cujos pratos do dia ficam disponíveis pela manhã cedo em um cartaz no saguão do hotel, facilitando a escolha do restaurante, inclusive porque o restaurante Frances tem vagas limitadas e precisa ser agendado com antecedência. Aproveite e se informe se existe algum dia especial de festa em algum dos restaurantes, pois no The Residence foi sábado uma noite típica no restaurante Frances, com shows de dança local e muita, muita comida.



Nenhum comentário:

Postar um comentário