17 outubro 2012

O Paraíso!


A expectativa de chegar ao Paraíso era enorme. Não víamos a hora de desfrutar de alguns dias de puro descanso, após toda a correria dos preparativos do casamento e fortes emoções na festa. Entretanto, ainda tínhamos pela frente 4h de voo partindo de Joanesburgo. O voo foi tranquilo e lá de cima já foi possível avistar as águas cristalinas e turquesas daquele mar, maravilhoso, assim como a vasta plantação de cana de açúcar. 

Chegando ao aeroporto, confesso que me decepcionei um pouco, pois esperava uma recepção calorosa com Hula Hula e cordões de havaianas como Boas Vindas, mas não havia nada disso, apenas o receptivo nos esperando com uma placa com nossos nomes. Inclusive o aeroporto é bem simples e pequeno. Caso estejam planejando a viagem individualmente, sem o auxílio de agência de turismo, aconselho contratar o transfer do hotel, pois não há infraestrutura de transporte na saída do aeroporto, o que pode gerar transtornos, até porque em Mauritius não existe ônibus circulando, além do aeroporto ser bem distante da cidade.


Ainda no aeroporto não deixem de trocar dinheiro por Rupias Mauricianas, pois na cidade não há casas de cambio e mesmo sendo um País multicultural a moeda mais aceita é a moeda local. Dólar e Euro são bem aceitos apenas nos hotéis, assim como o cartão de crédito.
Após todo o tramite da chegada, relaxe e curta o visual, já que o tempo estimado até o hotel será algo em torno de 1h percorridos por ruas estreitas, cercadas por plantações de cana de açúcar e casas simples. Aliás, fiquei muito impressionada com a quantidade de Templos Hindus que passamos e a quantidade de plantações de cana de açúcar, que segundo o motorista é a fonte de renda da população Mauriciana.




Finalmente chegando ao hotel, The Residence Mauritius, nos deparamos com um mundo à parte. O hotel lembra um imponente palacete colonial, onde na recepção percebemos que nossa escolha tinha sido perfeita. Fomos recebidos com um drink de boas vindas até que um dos donos viesse nos receber e arranhar um português. Em seguida, acompanhados de funcionários mais do que simpáticos e educados conhecemos todo o hotel, com suas lindíssimas piscinas, SPA, sala de ginástica, quadra de tênis, atividades aquáticas, os dois restaurantes, um contemporâneo e um Frances, o qual precisa realizar reserva. Por último, o tão esperado e sonhado quarto. Um luxo! Espaçoso, confortável, com direito a varanda com vista para o mar e para completar todo clima romântico uma cesta de frutas com champanhe. E como estávamos em lua de mel, ainda ganhamos uma bolsa de praia com uma canga fina e delicada, diversos postais de Mauritius, uma carta de boas vindas e uma linda blusa polo. 
 
 
 
 

Além de tudo isso, o hotel oferece um mordomo 24h a nossa disposição. O que o mordomo faz?! Ele insistiu para desfazer nossas malas, preparar banho com direito a velas e pétalas, sem falar nas infinitas vezes que entra no quarto para arrumar e deixar tudo sempre lindo e perfumado.
Ficamos muito impressionados com a qualidade do serviço e a preocupação que todo o staff tinha em nos fazer com que nos sentíssemos especiais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário