26 janeiro 2012

Relato de uma Carioca do Pão de Açúcar

Pão de Açucar, famoso cartão postal do Rio de Janeiro, localizado na Praia Vermelha.
Confesso que diariamente sinto orgulho de ter a oportunidade de passar enfrente a esse imponente ponto turístico, inclusive sempre tenho vontade de parar, apreciar e tirar inúmeras fotos.

Por estar localizado na Baía de Guanabara, é possível avistá-lo de vários lugares, como Praia de Botafogo, Marina da Glória, Urca, Corcovado, entre outros. Porém, para se chegar ao topo (396m), é preciso  adquirir um ticket de R$ 53,00 para subir num teleférico envidraçado, contendo duas paradas. A primeira é o Morro da Urca (220m) e a segunda o Morro do Pão de Açúcar.  Na Primeira parada existem várias lojas, restaurantes e um passeio de helicóptero, que claro é pago a parte. Inclusive no verão essa área é palco de shows e festas. Se estieverem na cidade nessa época, não deixem de aproveitar as atrações, pois todos os eventos que acontecem lá são bem animados e muito bem organizados.
A bilheteria do Pão de Açúcar está na Av. Pasteur 520, Urca e o horário de funcionamento é de 08:00h às 22:00h. No entanto, o acesso só é possível através de automóveis ou ônibus. Caso esteja de carro, há um estacionamento enfrente a bilheteria que custa em torno de R$ 5,00 ou R$ 10,00, dependendo da estação do ano e do humor do guardador.
Para os mais aventureiros, existe outra forma de se chegar ao Morro da Urca, ou seja, a primeira parada do bondinho. É possível acessar uma trilha, sombreada com alguns trechos de subidas e muitos obstáculos como pedras, raízes e galhos, mas tranquila de ser realizada, com duração de 01:00h dependendo da quantidade de paradas para fotos. Além do mais, chegando ao Morro da Urca é permitido comprar o ticket apenas para descida por R$ 10,00.
A trilha inicia-se no canto esquerdo da Praia da Vermelha, onde existe uma pista de caminhada Claudio Coutinho (ex-treinador da Seleção Brasileira de futebol), a pista também é conhecida como caminho do Bem-te-vi, foi aberta em 1980. O início é bem sinalizado. Depois, não tem sinalização nenhuma, mas nem precisa. A trilha em si é muito bem aberta, não dá para se perder. O horário permitido para essa aventura é de 6h às 18h.

Não existe melhor horário para realizar a trilha, mas indo a tarde, terá oportunidade de apreciar o belíssimo pôr do sol.

Independente da forma escolhida, vale muito a pena esse passeio e principalmente pela vista.





História do Pão de Açúcar:

Pode-se dizer do Pão de Açúcar ser Marco histórico, porque aos seus pés, Estácio de Sá, em 1º de março de 1565, fundou a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Estácio de Sá chegou ao Rio de Janeiro em 28 de fevereiro de 1565 e no dia 1º de março lançou os fundamentos da cidade, entre os morros Cara de Cão e Pão de Açúcar, por ser local de mais fácil defesa. O local permitia, não só a observação de qualquer movimento de entrada e saída de embarcações da baía, como facultava a visão interna de todos os possíveis invasores.
Caracteriza-se, ainda, como Marco turístico, porque a inauguração do teleférico do Pão de Açúcar em 1912 projetou o nome do Brasil no exterior. Seu teleférico foi o primeiro instalado no Brasil e o terceiro no mundo, alavancando o desenvolvimento do turismo nacional.

Um comentário:

  1. Acabo de saber que o ticket apenas de descida não está sendo mais vendido, portanto para os que realizarem a trilha deverão também descer por ela.

    ResponderExcluir