26 dezembro 2010

As Cataratas - Lado Argentino

Passeio surpreendente e maravilhoso!  Agora que já visitei os dois lados posso dizer que o Lado Argentino é mais emocionante, pois é possível chegar bem próximo as quedas d´aguas, além do parque ser enorme e muito bonito, onde é necessário reservar um dia inteiro para desfrutar de cada mirante, passeios, trilhas e até mesmo um delicioso passeio por um trenzinho até uma das maiores quedas. Já o lado Brasileiro é mais bonito por ter a melhor vista das enormes quedas, que ficam do lado Argentino. Enfim, os dois lados são imperdíveis, mas recomendo fazer o lado Brasileiro primeiro, deixando o melhor por último.

Outra dica é fazer o passeio do Macuco Safari ou Jungle no lado Argentino, pois o passeio é mais barato e tem uma duração maior, assim como a vista também é mais bonita. Para esse passeio compramos os tickets na agencia do hotel, onde recebemos um singelo desconto. Como o passeio é bastante procurado, tente chegar cedo ao parque e procurar logo a tenda para agendar o horário e não enfrentar uma enorme fila de espera. Ainda bem que recebemos essa dica, pois conseguimos reservar a segunda turma, sobrando mais tempo depois para explorar o parque.
Esse passeio inicia-se com uma trilha feita num jipe, onde atravessamos uma pequena reserva florestal, a qual deveria existir algumas espécies de animais, porém, estes não colaboraram muito, pois não vimos nenhuma ave ou réptil para contar história. Entretanto, a decepção foi rapidamente suprida ao avistarmos o local para pegar o barco. Lugar lindíssimo!!




Ao embarcar, cada um recebe uma sacola para guardar os respectivos pertences, cujo objetivo é não molhar. Até ai, tudo bem. O problema foi que algumas pessoas começaram a tirar a roupa, pois estavam com trajes de banho por baixo e guardaram as roupas nas sacolas, outras começaram a vestir capas de chuvas e nós rindo daquilo tudo, achando tudo muito exagerado. Mal sabíamos o que nos esperavam.....

Na verdade, sabíamos que iriamos nos molhar, só não imaginávamos que sairíamos encharcados!!!! kkkk
Exatamente, o passeio literalmente te leva para dentro de uma das quedas d´água, a lancha aponta para um vão e acelera com muita emoção, deixando todo mundo muito, mas muito molhado. Num primeiro momento é um pouco assustador, pois a queda possui uma força absurda, mas em seguida a euforia é tanta que você se vê gritando " de novo"!!!.E não precisa se preocupar com os pertences e máquinas fotográficas, pois as sacolas que são distribuídas ao embarcar são grossas e bem vedadas e incrivelmente nada estava molhado ao final do passeio, exceto nós mesmos. 

Início do passeio, ainda sequinhos
Entrando em uma das quedas
Já que molhou, o jeito é pedir bis

Como ficamos encharcados após o passeio
Tenho que confessar, que depois morri de inveja das pessoas de biquíni e capa de chuva, já que fizemos o passeio logo de manhã e ainda percorremos uma parte do parque molhados. Nossa sorte é que Setembro estava um calorão e secamos bem rápido.

Apesar de tudo, o passeio vale muito a pena. É super divertido e diferente, de forma que possamos sentir a força e a temperatura da água das cataratas. Mas é importante levar uma muda de roupa e até mesmo capa de chuva.

Como não tinha outro jeito, saímos do passeio encharcados e fomos passear pelo Parque, fazendo as trilhas e conhecendo os diversos mirantes cada um com uma vista diferenciada das cataratas.





O parque é tão grande que se perder é fácil, então obtenha um mapa na entrada e siga sempre as placas. Nós fomos e voltamos algumas vezes, mas no final tudo dá certo.... Nosso último ponto de visita foi a Garganta Del Diablo, a maior queda d´água do lado Argentino. Para chegar até ela é necessário pegar um trenzinho que fica a caminho da saída. Esse trenzinho possui horários predeterminados, o que é importante se informar ao chegar no Parque devido ao retorno do mesmo e outra dica importante é tenha paciência na fila desse trenzinho, pois a recompensa valerá a pena.



Ao retornar da Garganta del Diablo, estará bem próximo das lojas de suvenires, entre em cada lojinha, mesmo que possam parecer iguais, mas existem detalhes diferentes em cada uma. O mais importante é não deixar para depois, pois não haverá depois, os suvenires dessas lojas só tem dentro dos parques. Para os que gostam, desse lado também há uma loja da Havana, compre tudo que tenha direito, pois é a única loja nesses arredores.
 

Algumas dicas importantes:



- Existem várias formas de se chegar até o Lado Argentino: de ônibus, agência de turismo e táxi. Escolhemos ir de táxi, pois os passeios de agências eram bem caros, além de ter o inconveniente de hora marcada para tudo. Já o ônibus levaria mais de uma hora, além de ter que fazer uma pequena baldeação na fronteira. Sendo assim, decidimos gastar um pouco com o táxi na ida e termos a certeza de chegar ao lugar certo e com segurança. Já a volta fizemos de ônibus que pegamos na porta do parque e descemos na fronteira onde fica o Duty Free, que irei escrever em outro post.



- Antes de começar a aventura, em direção à Argentina, é importantíssimo trocar dinheiro por peso, pois o Real não é aceito; e em alguns lugares o cartão de credito também não é aceito, portanto, troque o dinheiro e caso sobre alguma coisa, gaste no duty free, pois a conversão de volta ao Real não compensa.

- Cuidado ao fazer lanches dentro do parque. Existem vários bichinhos que num primeiro momento são lindos, simpáticos, mas quando vêem comida... eles avançam e são capazes de pular em cima das pessoas e arrancar os sanduíches e tudo mais comestível. Presenciei alguns ataques e fiquei assustada.

 - Entrada do Parque custa $ 45,00 pesos e é comprado diretamente no Parque Iguazú
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário