10 março 2010

ALL INCLUSIVE

Esqueci de mencionar no post anterior que todos os hoteis em Punta Cana são no esquema all inclusive. Mas antes de entrar nesse detalhe, vou fazer apenas uma observação sobre a imigração no aeroporto em Punta Cana.

Após as 10h exaustivas de viagem de corno, chegamos em PC a noite, o que me frustou um pouco pois queria ver a vista do mar do avião. Fomos recebidos por mulheres "ula ula" que te seguravam para tirar uma foto, a qual vc tem que pagar, caso tenha interesse, no dia em que for embora.
Eu estava de excelente bom humor para não dizer ao contrario e não tirei nenhuma foto, mas também acho que não perdi nada.
Não é necessário visto para entrar na Republica Dominicana, mas ao chegar na imigração deve-se pagar $ 20 USD por pessoa para o cartão de turista, um pedaço de papel, que seguindo o fluxo de gente para pegar a bagagem, passamos por um segurança que pede o cartão de turista.
Mas um detalhe, na chegada do aeroporto de Punta Cana não existe freeshop!!!

Não esqueçam de levar dinheiro trocado, dollar mesmo, pois existe o hábito de dar gorjetas para tudo.
Existe a moeda local, mas não troquei, por ser muito desvalorizada e também todos os lugares trabalharem com dollar americano ou cartão.

Voltando ao esquema all inclusive, ou almost all inclusive!!!
Na verdade, não tenho do queixar. Li em vários lugares reclamações sobre esse serviço, mas no hotel que ficamos (Bavaro Princess) os restaurantes são muito bem servidos e com muita variedade. Só existe um pequeno grande detalhe não dito por nenhuma agência de viagem... os restaurantes precisam ser reservados!!!
Os hotéis funcionam da seguinte forma, um restaurante principal que fica aberto praticamente o dia inteiro, geralmente é o restaurante onde é servido o café da manhã, alias... que café da manhã!!! Neste restaurante, durante o dia serve-se almoço, comidas variadas e a noite o buffet é temático.
Dica, preste atenção em todos os papéis recebidos no ato do checkin porque em algum deles terá a programação da semana (eu só fui ver esse papel no último dia). Além desse restaurante principal, existem os restaurantes especializados. E estes sim precisam ser reservados. A reserva não pode ser feita para semana toda, e com isso, é necessário que quase todo dia você chegue cedo ao café da manhã e enfrente uma fila para fazer a reserva.
Procure se informar sobre o horário da reserva na recepção do hotel. Caso não sinta firmeza na resposta não exite em perguntar para outras pessoas. Percebi que para se livrarem, o povo responde qualquer coisa.
Nessa quase morremos de fome no dia que chegamos em um hotel all inclusive!!!! hahaha

O drama foi o seguinte, chegamos exaustos, por volta de 20:30h, fizemos o checkin, fomos para o quarto em busca de banho e roupas limpas. Quando chegamos no restaurante, estava fechado, para nossa surpresa! Mas o simpático receptivo da CVC, disse que existe coisa aberta 24h por dia e que era para pegarmos o trenzinho e ir até a praia que havia uma lanchonete aberta. Adivinhem???!!!! Não achamos, pois estava tudo escuro. Voltamos no trenzinho sem saber ao certo onde descer, onde ficavam as coisas e fomos por tentativas em alguns lugares, mas nada parecia uma lanchonete e a única coisa aberta eram os tais restaurantes com reservas. Depois dessa longa trajetoria, voltamos a recepção que tivemos a excelente notícia que o restaurante abriria 23:00h!!!
Lição aprendida! Perguntava a mesma coisa várias vezes!!!
O azar foi tanto que o único período do dia que não existe nada aberto é de 22:00h a 23:00h. Extamente no horário que havíamos chegado.

2 comentários:

  1. Cara, eu morreria de fome FELIZ DA VIDA em PC. Ainda to babando nas fotos e, principalmente, no coração de chocolate. Me dá três? :)

    ResponderExcluir
  2. Pois é, mas a fome foi assim que chegamos e estava de noite.. ainda não haviamos visto o mar!!!
    E o pior é que essa foi a primeira impressão... passar fome em um lugar all inclusive! Ainda bem que nos dias seguintes foram BEM diferente...

    ResponderExcluir